Correlação entre a mineralização dos terceiros molares e a idade cronológica por três métodos

Esther Carneiro Ribeiro, Luis Ferreira de Sousa Filho, Clarissa Araújo Campos Camelo, José Cadmo Wanderley Peregrino de Araújo Filho, Renata de Oliveira Guaré, Camila Helena Machado da Costa, Manuella Santos Carneiro Almeida

Texto completo:

HTML (Português (Brasil))

Resumen

Introdução: os estágios de mineralização dentária têm sido utilizados em diversos estudos para a estimativa de idade, apresentando confiabilidade nos resultados.
Objetivo:
correlacionar a mineralização dos terceiros molares e a idade cronológica pelos métodos de Nolla, Demirjian e Nicodemo, Moraes e Médici Filho numa amostra populacional do nordeste brasileiro.
Métodos: de um universo de 1 205 radiografias panorâmicas digitais, foram selecionadas 297 imagens de pacientes atendidos rotineiramente em um serviço de Radiologia Odontológica privado. Todas as imagens foram avaliadas em ambiente escurecido por três examinadores calibrados, utilizando as classificações de Nolla (1960), Demirjian (1973) e Nicodemo, Moraes e Médici Filho (1974). Os dados numéricos foram resumidos através das estatísticas descritivas de locação e dispersão. Para análise estatística foi ajustado um modelo de regressão linear simples considerando a idade como variável resposta. Para os testes, foi adotado o nível de significância de 5 %.
Resultados: o desenvolvimento dos terceiros molares foi mais adiantado no sexo masculino na maioria dos estágios, para os três métodos. Nos dentes superiores, o dimorfismo sexual foi mais evidente no estágio "7" de Nolla (diferença de 16,34 m no dente 18 e 14,43 m no dente 28). Nos dentes inferiores, as maiores diferenças ocorreram: no estágio "6" de Nolla (diferença de 13,92 m no 38 e 10,46 m no 48) e estágio "5" de Nicodemo (diferença de 16,23 m mais elevado no elemento 38 e 9,9 m no 48). O desenvolvimento dos dentes terceiros molares dos lados direito e esquerdo apresentou-se semelhante, contudo os dentes superiores apresentaram-se mais adiantados que os inferiores. O presente estudo permitiu o desenvolvimento de fórmulas baseadas em regressões lineares simples utilizando os três métodos propostos, possibilitando, assim, estimar a idade cronológica dos indivíduos da amostra.
Conclusão: houve correlação do desenvolvimento dentário dos terceiros molares com a idade cronológica pelos três métodos.

Palavras-chave: determinação da idade pelos dentes; radiografia panorâmica; terceiro molar.